A história do povoado de ( Km30) Caldeirão grande-Ba

11/04/2010 16:04

 

A história do povoado de ( Km30) Caldeirão grande-Ba

 

Ruas tranquilas onde se brinca, senta nos bancos da praças...

 

 Km-30 de ontem, Vila Cardoso de Hoje.

 

Formação histórica

As terras que deram origem a Vila Cardoso foram desbravadas por membros da família Cardoso. Em 1966, habitava na fazenda denominada poça da pedra, município de Anselmo da Fonseca Caem o senhor Apolinário Cardoso dos Santos. Já com a perspectiva voltadas para o futuro e por achar conveniente a idéia de ali se formar um comercio, o senhor Apolinário, juntamente com seu filho Emìdio fizeram uma venda de comestívos e aparte daqui, foi crescendo com um posto de gasolina, sendo o dono o Senhor Zé padre. Para dar início a feira o senhor Isidoro, filho do dono da fazenda, começou a fazer uma roçagem, para da maior desenvolvimento , seu Isidoro começou a matar porco e seu Osvaldo com um abrigo no meio da pracinha , foi aumentando o desenvolvimento com seu próprio Isidoro e seu Zé Massapé matando gado, ai já começando a situar a praça Liberal dina quando a feira  já estava mas desenvolvida foi situada em um campo velho, hoje é a praça Apolinário Cardoso. Hoje Vila Cardoso está com o seguinte desenvolvimento: 49 casas de comércio, um posto de gasolina, o que mais desenvolveu  aqui em Vila Cardoso, tendo como dono o senhor Orlando, e família.  A população é de 2.300 habitantes mais ou menos..

Tradições Religiosas e Folclóricas.

A festa de nosso padroeiro é, entre todas que conseguir mobilizar muitas pessoas da comunidade. E costume da comunidade católica fazer os encontros do mês de maio, cada dia tem os seus encarregados, no último dia é comemorada  uma  caminhada com procissão nas ruas e leilões de objetos oferecidos pelo povo.  Na sexta-feira santa é realizada a procissão, percorrem de algumas ruas, muitas pessoas aproveitam para irem ao cemitério rezar por seus entes queridos já falecidos e também outros que acendem a suas velas ao pé da cruz pagando suas promessas.   No domingo de ramos os fies fazem procissão com ramos de folhas relembrando a entrada de Jesus em Jerusalém. Ao chegarem e igreja, os ramos são abençoados com água benta. Ao se aproximar o natal, muitas pessoas ainda preservam uma importante tradição conhecida como “Lapinha”, representando o lugar humilde onde o menino Jesus nasceu. Ocorre anualmente, nos meses de julho a setembro, as devoções feitas pelos remeiros que vão para a cidade de Bom Jesus da Lapa, rezando e cantando para pagar promessas ou conhecer atrações daquela cidade. Ao retornarem, soltam muitos fogos de artifícios, comemorando aquele ato de caráter religioso. A festa em homenagem a São João também faz parte da nossa cultura popular e nela podemos destacar algumas particularidades, principalmente no que se refere a alguns hábitos alimentares e outras manifestações, como fogueiras, pau-de-sebo, barracas etc. O candomblé, cuja origem é atribuída, à vinda dos escravos da áfrica para o Brasil é também praticado por algumas pessoas em nosso povoado.

EducaçãoHistória do povoado de Km 30 - Caldeirão grande -ba

Em se tratando de educação temos o que conquistar, sendo isto confirmado em função de dois motivos;

1-    O índice de analfabetismo- segundo fontes da secretaria municipal de Caém é de 15% da população Vila Cardosenses.

A maior parte analfabeta do nosso município acontece por razão da grande pobreza que existe em nosso povo, esse grave problema social tem refletido bastante no desenvolvimento das crianças nas escolas,

2-    O fracasso escolar apresenta da seguinte maneira; Ou os filhos trabalham na lavoura para se manter e ajudar a família ou deixam de freqüentar a escola. A pobreza da maioria de nossas crianças é tão perceptível nas escolas que, quando chega na época da merenda escolar, a freqüência dos alunos às salas de aula aumenta quantitativamente. Esta é uma prova de que a fome e a pobreza interferem diretamente no processo de intelectual de nossa gente. Ocorre também, na época das plantações, uma grande evasão nas escolas.

Saiba que: A primeira professora a se atuar aqui foi a senhora Betinha, começando a ensinar em um deposito de senhor Emìdio e a segunda professora foi D.Placida que nesta época já tinha um grupo escolar.

A comunidade possui um colégio a nível de 1 e 2 grau e oferecem apenas formação para magistério.

   A cidade conta com o seguinte estabelecimento de ensino: Centro Educacional de Vila Cardoso,Escola municipal João Anselmo de Lima, e os grupo escolar Bento Pereira, e vários grupos escolares BA zona rural, perfazendo o total de 25 escolas municipais.

 

     Como vivi o nosso povo?

 

A vida de nosso povo, ou seja, condições de moradia educação, saúde, trabalho etc., possui um padrão de vida inferior.Como conseqüência do desemprego, nota-se com muita freqüência,o abandono do campo em busca de melhores condições nas cidades originando, portanto, o êxodo rural onde os camponeses não encontrando terra para trabalharem ou quando a mesma não produz satisfatoriamente, os impede de assegura a fixação em suas terras de origem.

 

 

    Religião

 

Entre as religiões professadas pelo povo, a católica é a predominante. Contudo a  pluralidade de grupos de protestantes que se faz presente em nosso povoado são variados.

 

(FONTE: http://blog.clickgratis.com.br/marasousa30/93033/A+hist%F3ria+do+povoado+de+%28+Km30%29+Caldeir%E3o+grande-Ba.html?#c96519 )


Caldeirão Grande Bahia - site editado por Jorge da Silva Macedo. Sugestão entrar em contato elo email abaixo: jorgesilvamacedo@hotmail.com